A relação do aprendiz de trader independente com sua família

trader iniciante no escopo familiar

Quando falamos de família, de modo geral, estamos falando de tradição. Algumas tem isso como um conceito mais aberto, onde “cada indivíduo”, tem de certa forma, total liberdade para escolher o seu caminho. Já em outras, a tradição é tratada de forma mais enérgica e o indivíduo é orientado e deveras condicionado a dar continuidade a essa tradição.

Nesse caso, quando falamos tradição, estamos nos referindo a formação e atuação profissional. E mesmo que não haja essa tradição na família de “formar” profissionais de determinados segmentos, existe a “preocupação” natural vinda dos principais cuidadores para com a criança, quanto ao seu futuro. E isso envolve sua formação, profissão, atuação e claro, seu futuro financeiro.

Se o indivíduo é ou não o resultado de seu meio é uma discussão que deixaremos para os sociólogos, mas de modo geral, podemos considerar que os pais querem segurança para o futuro de seus filhos. E essa segurança envolve ter uma educação/profissão que propicie isso.

Vamos imaginar uma família composta em sua maioria por médicos, com pais que tem como interesse pessoal, que seus filhos sigam essa tradição. Alguma decisão do filho que saia desse escopo pode não ser bem aceita pelos pais.

Da mesma forma, vamos imaginar outra situação, onde os pais atuam em trabalhos informais e que tem como interesse pessoal, que seus filhos atuem em algo “formal”. Assim como no exemplo anterior, podemos supor que caso uma decisão do filho fuja desse interesse dos pais, pode também não ser bem aceito.

QUANDO A DECISÃO DO INDIVÍDUO SAI FORA DO ESCOPO FAMILIAR

Aqui trazemos o cenário da atuação na Bolsa de Valores, assunto que por mais que tenha se popularizado muito nos últimos anos, ainda é algo que pode ser considerado como distante ou de total desconhecimento prático para a maioria dos brasileiros.

Algo distante e que pode ser percebida de várias maneiras diferentes, mesmo porque, dentro do universo que engloba a Bolsa de Valores, existem várias profissões, formas de atuar e empresas.

Vamos focar apenas em uma forma de atuar, que é a do trader independente. Se ainda não sabe o que é e o que faz um trader independente, leia esse post em que falamos sobre isso.

“Fica o dia no computador, naquela tela estranha e não pode falar nada com ele porque está trabalhando.”

De modo geral, para quem não conhece sobre o assunto, essa é a percepção de alguém vendo o trader atuar. E na prática é isso mesmo. Atenção, foco, velocidade no processo de tomada de decisão fazem parte do dia a dia do trader.

E assim como a prática e até a própria profissão em si é desconhecida, o que acontece durante essa atuação, de modo geral, pouco importa para quem convive, ou tem algum interesse nos resultados dessa atuação.

O que importa é o resultado desse trabalho. Ou seja, quanto lucrou, “quanto de dinheiro você ganhou”. Essa provavelmente é a lógica utilizada pelas pessoas próximas ao trader, e na nossa opinião, estão certos.

O QUE IMPORTA É O RESULTADO

aprendiz de trader independente

Essa lógica pode ser aplicada independente da estrutura familiar e da situação individual do próprio trader. Ou seja, ele(a) pode ser um jovem solteiro(a), que mora com os pais. Ou já casado(a), com filhos(as). O que mudará nessas circunstâncias será apenas a origem da cobrança.

A decisão de se tornar um trader independente exigirá tempo, estudo, capital, dedicação, treino, análise de capacidade e compreensão de limitações. E ter o apoio de pessoas próximas pode ajudar nessa formação, da mesma forma que em qualquer outra decisão profissional. Como estamos falando da atuação em um trabalho que naturalmente já sai fora do contexto da maioria das famílias brasileiras, provavelmente esse é o caso de muitos que decidem se tornar traders no Brasil.

Sendo assim, cabe a pessoa que quer ser um trader, antes mesmo de analisar probabilidades de ganhos e vantagens/desvantagens da profissão, fazer uma análise desse cenário pessoal e familiar, para ponderar a viabilidade dessa decisão, com base também nos desafios e apoio que terá. Acredite, faz diferença.

Erro de trader – Não analisar resultados do trade (trading) e da performance
erro de trader analise de trade

Esse erro de trader, a falta de análise dos resultados e performance, é um falha cometida não apenas por pessoas Veja mais

Conselho de um trader para quem está aprendendo: “Pare de operar pelo valor que você dá ao que um dia quer se tornar”
trader pare de operar

Qualquer profissão precisa de tempo, de estudo, preparação, estágio e através da sua performance, que você vai atingindo patamares mais Veja mais

UM TRADER É UM INVESTIDOR?
diferença entre trader e investidor

Esse é um assunto que gera bastante discussão, pois de um lado, alguns investidores não gostam de ser comparados à Veja mais

O que é um trader? O que faz um trader?
o que é e o que faz um trader

Trader é uma palavra da língua inglesa que define a profissão de negociador. É o profissional que atua na compra Veja mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima